Monty Python and The Flying Circus

Em 5 de Outubro de 1969, entra no ar uma série cómica que veio alterar o universo televisivo mundial!

Monty Python, compostos por Eric Idle, Graham Chapman, John Cleese, Michael Palin, Terry Gilliam e Terry Jones, criaram um novo conceito na comédia televisiva, com um novo estilo, altamente satirico e audaz, primando pela estupidez requintada, com os seus “sketches” anarquicos cheios de humor negro e completamente absurdo. Alcançaram o limite da estupidez e da critica e talvez por isso são os melhores comediantes que alguma vez alguem poderá ver!

O programa composto por 4 temporadas divididas por 45 episódios cada, marcaram a vida de imensa gente, inclusivé a minha, quando no longiquo programa “5 noites 5 filmes” na RTP2 deu o Monty Python and The Holy Grail, foi aqui que descobri os seus filmes e fiquei estupidamente impressionado com o nonsense conseguido nas cenas, claro que aprofundei e descobri o “Flying Circus”, começei a ver e derreti-me logo…

Mais tarde arranjei o Best Of Monty Python e levou-me a escrever estas pequenas palavras mas de muito mas muito louvor e apreço para os supra-sumos da comédia, os Monty Python.

Ninguém pode ficar indeferente ás cenas do Dead Parrot, The Spanish Inquisition, The Lumberjack Song, as sátiras aos Maçons, nos filmes temos o Cavaleiro Negro, O Brian, O sentido da Vida, enfim temos uma panóplia de momentos verdadeiramente brilhantes

Uma curiosidade, o SPAM como hoje conheçemos, foi criado graças aos nossos amigos, num dos quadros que fizeram repetiram tantas as vezes a palavra SPAM, marca de um enlatado, que um grupo de advogados pegou na ideia e iniciou a primeira mensagem de SPAM na internet em 1994!

Então para termos uma noção do trabalho realizado por estes monstros da comédia, em 1969, iniciaram o seu programa televisivo, Monty Python and The Flying Circus, até 1974, em 1971, o primeiro filme, And know For Something Completely Different (conjunto de quadros estilo best of da primeira e segunda época do Flying Circus), em 1972, escreveram 2 episódios de 45 min cada para uma estação de televisão alemã. Seguiram-se os filmes, em 1975 o Monty Python and the Holy Grail, em 1979, The Life of Brian, em 1982, Monty Python Live at the Hollywood Bowl, em 1983 o The Meanig of Life e em 1989 Erik, The Vicking, o filme mais sério do grupo com perspectivas interessantes sobre o conceito de fé.

Ainda nas artes de palco, no teatro, criado por Eric Idle Monty Python’s Spamalot.

Para um conhecimento mais aprofundado, estes links ajudam :

www.pythonline.com – site mantido pelo Eric Idle;

blog cheio de videos, áudio, fotos, entrevistas e artigos!

~ por arievilo em Junho 13, 2007.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: